BLOG

Dia da Sobrecarga da Terra

By em

articles/lucas-myers-R7fCIPAgrE4-unsplash.jpg

Neste dia 22 de agosto, marcamos o Dia da Sobrecarga da Terra, saiba o que isso quer dizer


O Dia Da Sobrecarga da Terra (Overshoot Day) foi citado pela primeira vez pelo Andrew Simms, da New Economics Foundation, que logo se associou à Global Footprint Network - em 2006 - e lançaram a primeira campanha global do Dia Da Sobrecarga da Terra.


A data marca quando os recursos naturais da Terra se esgotam para conseguir regenerar a quantidade de resíduos que produzimos durante o ano, principalmente o dióxido de carbono. Com cálculos e análises de diversos dados, a Global Footprint Network é a responsável por determinar qual o Dia da Sobrecarga da Terra em cada ano.


Para definir a data, a organização divide a quantidade de recursos ecológicos que a Terra pode gerar naquele ano, pela demanda da humanidade para aquele mesmo ano e multiplica pelos 365 dias totais, chegando assim ao dia da sobrecarga.


Para nós como sociedade, a data traz uma melhor dimensionalidade do quanto precisamos melhorar e pensar formas de coexistirmos de uma maneira mais benéfica para nós e para a Terra, afinal, vivemos em um lugar onde os recursos naturais são finitos e precisam de uma manutenção e uso responsável.


A Global Footprint mostra de forma clara, dados sobre a biocapacidade, os impactos que as grandes indústrias causam e também nosso impacto individual. Segundo a organização, atualmente vivemos com uma produção que precisaria de 1,6 Terras para aguentar os impactos sem sofrer alterações.


Com essas informações, podemos rever muito do que aceitamos consumir e criar subsídios para mover esse dia para cada vez mais distante durante o ano. Em 2020, por exemplo, a data foi adiada em três semanas em comparação a 2019, por conta dos impactos do COVID-19 sobre nosso cotidiano e consumo.


“A pandemia de Covid-19 fez com que a pegada ecológica da humanidade se contraísse, demonstrando que é possível mudar os padrões de consumo de recursos num curto período”, conforme mencionado no press release da New Economics Foundation.


Esse adiamento pode ser pensado não apenas no Dia da Sobrecarga da Terra, mas todos os dias, cobrando mudanças das grandes indústrias, mas também escolhendo melhor de quais empresas estamos consumindo: quais os métodos de produção essa empresa usa? Quais produtos e materiais utilizados na concepção dos produtos? A empresa está engajada sustentavelmente para diminuir seu impacto de produção?


Também com nossas ações diárias individuais: estou reciclando? Qual meu consumo de carne e seu impacto? Quanto de energia e combustível utilizo e o que isso implica na sociedade?


Segundo o site do Overshoot Day, há três maneiras de garantir que o ecossistema mantenha-se saudável para agora e gerações futuras: com a conservação clássica, ou seja, preservar espaços selvagens da biodiversidade, com a restauração do que já foi impactado pelas demandas humanas - como reflorestamento, por exemplo - e com uma agricultura regenerativa e pesca saudável.


Pensando nisso, com o Dia Da Sobrecarga da Terra, também há o movimento #MoveTheDate (Mude a Data) com ações que podemos ter para que a data seja cada vez mais adiada. No site da Global Footprint, você pode calcular seu impacto na Terra e verificar o que pode ser mudado no seu dia a dia para colaborar com a mudança da data, vale muito a pena conferir e se engajar: https://www.footprintcalculator.org/.


Para nós, fica a reflexão e urgência de querer mudar a maneira como estamos tratando nosso Planeta e o que estamos fazendo para adiar essa data cada vez mais.


Deixe um comentário

Observe que os comentários precisam ser aprovados antes de serem publicados